Crea-RJ em Ação – Edição 22 de dezembro

6ª Reunião do Colégio dos Presidentes

De 18 a 20 de dezembro, o Rio de Janeiro foi palco da 6ª reunião anual do Colégio de Presidentes do Sistema Confea/Crea e Mútua. O encontro reuniu líderes de todos os Regionais do país e realizou um balanço das ações de todos os Creas em 2023, bem como de debateu questões cruciais relacionadas, por exemplo, ao exercício profissional, às inovações tecnológicas e aos desafios específicos enfrentados em suas regiões de atuação.

Em seu discurso de abertura, o presidente do Crea-RJ, Luiz Antonio Cosenza, expressou sua gratidão pela presença de todos os participantes e destacou a satisfação de sediar o encontro na cidade do Rio de Janeiro, algo que não ocorria desde 2012.



O primeiro dia do evento foi marcado por votações cruciais, refletindo a importância das decisões tomadas durante a reunião. Os presidentes e representantes dos Regionais participaram ativamente das discussões, contribuindo para o desenvolvimento e aprimoramento do Sistema Confea/CREA e Mútua.

No segundo dia, as atividades continuaram com apresentações significativas, incluindo a fala de Erick Galante sobre a AGITEC, proporcionando conteúdos sobre tecnologia e inovação. O evento reforçou a importância do intercâmbio de conhecimento e experiências entre os presidentes, consolidando o compromisso com o avanço e a excelência no setor.



No último dia da reunião, os representantes debateram a importância das ARTs, implementação de novas prorrogativas para a melhoria do funcionamento da organização e outros temas relevantes para  área tecnológica.

O Colégio de Presidentes ajuda a fortalecer a atuação dos profissionais, garantindo padrões elevados de qualidade e ética. Além disso, desempenha papel fundamental na definição de estratégias para o desenvolvimento sustentável e no alinhamento de políticas setoriais, consolidando o compromisso do Sistema Confea/Crea e Mútua com a excelência e a integridade nos campos da Engenharia, Agronomia e Geociências


Visita Técnica ao Bonde do Pão de Açúcar

No fim do último dia, como parte da programação, o Crea-RJ viabilizou a integrantes do evento uma visita técnica ao Bondinho do Pão de Açúcar, marco da Engenharia na cidade.

Os participantes assistiram a uma apresentação com o Diretor de Operações do Parque, Marcelo Gomes, que palestrou sobre a história e as atividades que o espaço oferece ao público.

Depois, o grupo subiu ao Parque Bondinho Pão de Açúcar para conhecer as instalações do equipamento, que é um dos principais cartões postais do Brasil.



Curso: A Atuação dos Fiscais de Conselhos de Classe Profissional

Nos dias 19 e 20 de dezembro, o Crea-RJ realizou o curso “A Atuação dos Fiscais de Conselhos de Classe Profissional”, direcionado a agentes de fiscalização, bem como aos gestores de pessoas, responsáveis por orientar, apurar e eventualmente punir a atuação em desconformidade.

Administrado pela palestrante Lucimara Coimbra, o curso abordou diversos temas relevantes para os profissionais da área, como a administração pública com foco nas atividades de fiscalização de interesse público e poder de polícia administrativa. O conteúdo também teve como objetivo instigar o debate saudável sobre as melhores práticas de fiscalização, a ética na atuação dos agentes de fiscalização, abuso de autoridade etc.



No segundo dia do curso, a palestrante abordou de forma esclarecedora e detalhada as dificuldades e responsabilidades dos agentes de fiscalização.  Assim como atos de improbidade administrativa, técnicas de abordagem no exercício da atividade fiscal, direitos e garantias individuais, e por fim, a supremacia do interesse público e indisponibilidade do interesse público. Enfatizando em seu discurso, a relevância do dever de atuação, e conhecer os limites e os desvios de finalidade e excesso de poder na profissão.

 


Revista Ângulos

A Sociedade Brasileira de Geologia, juntando-se a várias outras instituições nacionais, homenageia os 70 anos da Petrobras, empresa símbolo do desenvolvimento nacional e que patrocinou grandes avanços para a ciência e todo o setor industrial brasileiro. Marcando décadas de sucesso e empreendedorismo em seus projetos, sendo uma delas o reconhecimento geológico da Bacia do Paraná.

O artigo desta semana da Ângulos,  a Revista do Crea Rio, aborda as atividades pioneiras de reconhecimento da Bacia do Paraná, no período entre 1953 até 1998.

Confira o artigo da revista clicando aqui