Crea-RJ fiscaliza e acompanha profissionais que atuam na montagem do Rock in Rio 2017

Desde o início do ano, o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio de Janeiro (Crea-RJ) vem realizando reuniões com as empresas responsáveis pela montagem, execução e instalações do Rock in Rio 2017, que terá início nesta sexta-feira (15/9). O acompanhamento do Crea-RJ vem sendo realizado desde o planejamento das atividades, passando pela montagem e desmontagem do festival e vai até a desmobilização do evento.
O intuito do Crea-RJ é que o RiR seja um evento seguro e confortável para o público, que chega a ser de quase 100 mil pessoas por dia. Para isso, as empresas envolvidas no evento, no que se refere à engenharia, deverão atender às legislações vigentes com profissionais para o funcionamento dos geradores, painéis elétricos e eletrônicos, sistemas de iluminação, estruturas metálicas, instalações hidráulicas e de esgoto, montagem de camarotes, instalações de gás, montagem de estruturas cenográficas etc. Todos esses serviços precisam de Anotação de Responsabilidade Técnica (ART), o que confere ao profissional responsabilidade pela obra ou serviço contratado. Esse é o principal papel do Crea-RJ: garantir que os serviços serão executados por profissionais que estejam habilitado para exercer sua função. Cerca de 140 profissionais e empresas foram fiscalizados e 220 ARTs foram registradas para o evento.
“A certificação de acompanhamento do Crea-RJ a todas as etapas do Rock in Rio é uma garantia de segurança para um evento desse porte. Todo o processo do festival está sendo acompanhado e fiscalizado por profissionais do Conselho, desde a concepção, plantas, passando por todas as construções da cidade do rock. As empresas de engenharia que prestam serviço para o evento também foram checadas, para sabermos se estão cumprindo todos os requisitos exigidos em cada tipo de serviço que estão desempenhando. Enfim, o Rock in Rio neste ano, preocupado com a segurança e bem estar dos frequentadores, ganha mais esse selo de segurança da equipe de fiscalização do Crea-RJ”, ressalta Paulo Cid, coordenador de fiscalização do Crea-RJ.